AGR83

Voltar

CONTRATO DE ARRENDAMENTO RURAL QUE ENTRE SI CELEBRAM, DE UM LADO, …………. E OUTROS, E ………… e SUA MULHER, DE OUTRO.

Por este instrumento particular…………, brasileira, viúva, do lar, portadora da Carteira de Identidade nº ……….. e inscrita no Cadastro Geral de Contribuintes do Ministério da Fazenda sob nº …………., residente e domiciliada na rua ……….., nº ……, ……º andar, ….., Estado do ……….., por si e seus filhos, aqui denominada ARRENDANTE e ………….. e ……………., brasileiros, casados entre si, ele agricultor, portador da Carteira de Identidade nº ……….. e inscrito no Cadastro Geral de Contribuintes do Ministério da Fazenda sob nº …………., ela do lar, residentes e domiciliados na Comarca de …….., Estado do ……….., doravante denominados ARRENDATÁRIOS, têm justo e acertado o presente contrato, que se regerá pelas disposições do Estatuto da Terra (Lei nº. 4.504 de 30.11.64), do Código Civil, e demais cláusulas abaixo, as quais as partes mutuamente se obrigam a cumprir:
CLÁUSULA PRIMEIRA – Objeto

O presente contrato tem por objeto o arrendamento do imóvel rural denominado Sítio …….., situado no Km …….., entre as Cidades de …….. e ………, constituído da área de terras medindo 25 (vinte e cinco) alqueires, destacada dos lotes nºs ………, da Gleba ……….., no Município de ………, Comarca de ………., Estado do …………., dividido em três lotes com as seguintes divisas e confrontações:

Parágrafo Primeiro

A relação estabelecida pelo presente contrato em hipótese alguma se regerá pelas normas esculpidas na Consolidação das Leis do Trabalho, mas sim, pelas constantes no Estatuto da Terra (Lei nº 4.504/64) e no Código Civil, uma vez que os ARRENDATÁRIOS não se acham sob vínculo de subordinação em relação aos ARRENDANTES, podendo estipular seu próprio horário de trabalho.

CLÁUSULA SEGUNDA – Prazo

O presente contrato é válido por 03 (três) anos, contado da presente data, podendo ser prorrogado por igual período, observada a Cláusula Quarta.

CLÁUSULA TERCEIRA – Obrigações

Para a cumprimento do presente contrato, caberá:

I) aos ARRENDATÁRIOS:

a) zelar pela conservação dos recursos naturais da área, responsabilizando-se pelas benfeitorias, além de cercas, telhados, curvas de nível, gado e demais animais, além do cultivo dos gêneros alimentícios, como soja, milho, algodão e trigo;
b) envidar todos os esforços e aplicar as técnicas necessárias para uma boa colheita;

c) pagar, no prazo estipulado no Parágrafo Terceiro desta cláusula, os valores devidos pelo Arrendamento;

d) não introduzir no imóvel benfeitorias úteis ou necessárias, sem a prévia e expressa anuência dos ARRENDANTES;

e) não ceder, emprestar ou sub-arrendar a área objeto do presente contrato;
f) entregar o imóvel, livre e desembaraçado, findo ou rescindido o contrato.

II) aos ARRENDANTES:

a) entregar aos ARRENDATÁRIOS …..% (………) da colheita de …..; …..% (…………) da colheita de …..; ….% (oitenta por cento) da colheita de ………; e ……….% (noventa por cento) da colheita de …..

Parágrafo Primeiro

O descumprimento das obrigações previstas nesta cláusula implicará na rescisão automática do contrato, sujeitando o infrator ao pagamento da multa contratual estabelecida na Cláusula Quinta, sem prejuízo da indenização por perdas e danos decorrentes do inadimplemento.

Parágrafo Segundo

Os ARRENDATÁRIOS se responsabilizarão pelo pagamento dos salários e recolhimento dos impostos relativos às contratações de pessoal para a consecução dos serviços previstos neste contrato.

Parágrafo Terceiro

Os ARRENDATÁRIOS pagarão aos ARRENDANTES o equivalente a ….% (………) da colheita de …., …% (……….) da colheita de …….., …….% (……..) da colheita de algodão e ….% (……….) da colheita de …….., até o prazo máximo e improrrogável de 30 (trinta) dias após a venda dos produtos.

CLÁUSULA QUARTA – Rescisão

As partes poderão, por escrito e com antecedência mínima de 180 (cento e oitenta) dias, denunciar o presente contrato.

CLÁUSULA QUINTA – Multa Contratual

Fica estipulada a multa equivalente a 20% (vinte por cento) do resultado das colheitas de ……………., somadas e relativas ao último período, a ser paga pelo contratante que der causa à rescisão do contrato antes do termo avençado na Cláusula Segunda, em dinheiro, ou através dos próprios produtos, sem prejuízo das perdas e danos advindas do inadimplemento.

CLÁUSULA SEXTA – Foro

Fica eleito o foro da Comarca de …………para dirimir as questões oriundas deste ajuste.
E, assim, por estarem justas e contratadas, firmam o presente instrumento em duas vias de igual teor e forma, na presença de duas testemunhas.

…………, ……..de ……..de …………

ARRENDANTE: ……………………………………………………

ARRENDATÁRIOS: ………………………………………………
………………………………………………

………………………………………. …………………………………………….
Testemunha 1

Além disso, verifique

AGR73

Voltar Pelo presente instrumento particular de contrato de compra e venda mercantil, firmado, de uma …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *