AÇÃO DE RESCISÃO DE PROMESSA DE COMPRA E VENDA

AÇÃO DE RESCISÃO DE PROMESSA DE COMPRA E VENDA

0 2.113 views

AÇÃO DE RESCISÃO DE PROMESSA DE COMPRA E VENDA ART. 32 Excelentíssimo Senhor Doutor Juiz de Direito da …. Vara Cível da Comarca de …., Estado de …. TÉRCIA, nacionalidade …., estado civil …., profissão …., RG …., CPF …., residente na rua …., n. …., bairro …., na cidade de …., por seu advogado ao final firmado, vem, com respeito e acatamento de estilo à douta presença de Vossa Excelência propor a presente AÇÃO DE RESCISÃO DE CONTRATO CUMULADA COM AÇÃO DE REINTEGRAÇÃO DE POSSE contra…. (nome do réu, qualificação e endereço), com fundamento nas seguintes questões de fato e de direito:DA RESCISÃO DO CONTRATO1 – A autora, exercendo atividade de urbanizadora (doc.) vendeu o lote nº …., da quadra …., localizado no loteamento em fase de implantação, denominado …., devidamente aprovado pelo Poder Público Municipal (doc.), por meio de contrato de promessa de compra e venda, ao réu, nos termos do contrato anexo (doc.).2 – Como é de lei, art. 32 da Lei nº 6766/79, permanecendo inadimplente o réu por mais de trinta dias, da data em que foi constituído em mora por falta do pagamento da prestação pactuada, o contrato firmado será considerado rescindido.3 – O réu, há três meses, não efetua o pagamento das prestações referentes à aquisição do lote acima identificado, tendo a autora realizada a devida notificação e constituição do devedor em mora (doc.), tentando buscar uma composição amigável extrajudicialmente, sem êxito, todavia. Mister que se diga que o montante pago pelo réu à autora, até o presente momento, resume-se, apenas, ao valor correspondente às arras, conforme cláusula …. do contrato.4 – Tal inadimplemento, caracteriza causa para a rescisão do contrato, uma vez que a autora vem cumprindo rigorosamente o cronograma de obras aprovado pelo Poder Público e de conhecimento obrigatório do réu.5 – Em razão do exposto, provada está a causa de rescisão do contrato de promessa de compra e venda, o que se requer, com a perda do sinal do negócio, em favor da autora, dada a culpa do réu na ruptura do pacto.DA AÇÃO DE REINTEGRAÇÃO DE POSSE6 – A posse do lote adquirido foi transferida ao réu, por ocasião da assinatura do contrato.7 – Com a rescisão do contrato, a posse deve ser devolvida de forma plena à autora, mediante expedição do respectivo mandado, já que não realizado o ato de forma espontânea, pelo adquirente.Em face do exposto, requer-se:a) a citação do réu para contestar a presente ação, querendo, sob penal de revelia;b) a procedência da presente demanda com a desconstituição do contrato de promessa de compra e venda firmado entre as partes, em razão de inadimplência de obrigação contratual por parte do adquirente-réu, bem como a reintegração da autora na posse do imóvel, como decorrência da rescisão do pacto.c) sejam julgadas, as ações, antecipadamente, por se tratar de questão de direito, devidamente provada pela prova documental juntada à presente peça inicial, conforme faculta o art. 330, I, do CPC;d) se assim não entender Vossa Excelência, de julgar o feito de forma antecipada, seja oportunizada a produção das provas em direito admitidas e que se revelarem necessárias durante a instrução do feito, em especial, o depoimento pessoal do réu;e) julgadas procedentes as demandas, seja o réu condenado ao pagamento dos ônus sucumbenciais.Nesses termosPede deferimento.Local e data.(a) Advogado.

SIMILAR ARTICLES

0 620 views

0 1.711 views

0 1.499 views

NO COMMENTS

Leave a Reply

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.