BANCO DE PETIÇÕES

Caminhos que levam a justiça

CONTRA RAZÕES DE RECURSO ORDINÁRIO INSS

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA ___ VARA DO TRABALHO DA COMARCA DE _____________- UF

Processo n.º_________

INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL – INSS, nos autos de Nº _____________, ajuizada por ____________________ contra ____________________, através de procurador infra-assinado, vem, respeitosamente, à presença de Vossa Excelência, inconformado com a R. sentença proferida nos autos, interpor:

RECURSO ORDINÁRIO,

para o Egrégio Tribunal Regional do Trabalho da ___ª Região, com fundamento na Lei n.º 10.035/00, em vista das seguintes razões de fato e direito:

Nestas condições, requer a Vossa Excelência digne-se de recebê-lo, processá-lo na forma da lei e remetê-lo, a seguir, ao Egrégio Tribunal do Trabalho da ___ Região , para apreciação e julgamento.

Nestes termos,
pede deferimento.

__________, __ de ____ de 200_

____________
Procurador Federal
OAB/UF

EGRÉGIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO – ___.ª REGIÃO

CONTRA-RAZÕES DE RECURSO ORDINÁRIO

RECORRENTE: _________________
RECORRIDO: ___________________

Processo nº ____________
_ ª VARA DO TRABALHO DE ________________-____

EMÉRITOS JULGADORES!

DA LEGITIMIDADE DO INSS

Tendo por base a lei 10.035/00, que regulou o § 3º do art. 114 da CF/88, o INSS DEVE ser intimado de todas as decisões homologatórias de acordos.

Permite-se inclusive a interposição de recursos na parte atinente as contribuições que lhe forem devidas.

Deve também ser intimado de todas as contas apresentadas pelas partes, para manifestação.

Desta feita, esta autarquia federal transformou-se em parte no feito no que toca às parcelas que lhe são devidas.

Sendo assim é objeto do presente recurso controvérsia a respeito das contribuições que são devidas a esta autarquia.

DA INEXISTÊNCIA DE FIXAÇÃO DAS PARCELAS PREVIDENCIÁRIAS

Como acima assinalado, a lei trouxe nova disciplina jurídica quanto à execução dos créditos previdenciários.

O órgão jurisdicional trabalhista deveria executar DE OFÍCIO estas parcelas.

Aqui se encontra o equívoco da decisão homologatória, ora atacada. Senão Vejamos:

O Digníssimo juízo de primeiro grau homologou acordo entre as partes ______________ e ______________, na ação trabalhista supracitada, a lei claramente determina que seja feito o VALOR que a reclamada deve a título de contribuição, o que NÃO FOI FEITO.

Não constando da decisão homologatória o "quantum" a ser recolhido a título de contribuição previdenciária.

DO PEDIDO

Assim sendo, requer o recorrente que esse E. Tribunal digne-se de acolher o presente recurso com o fito último de determinar que no termo do acordo homologado conste os valores devidos pelas partes a título de contribuição previdenciária.

Requer-se ainda que sejam determinadas as providências executivas oficiais atinentes a tais contribuições, reformando-se, neste tópico, a sentença recorrida.

Nestes termos,
pede deferimento.

__________, __ de ____ de 200_

____________
Procurador Federal
OAB/UF

Updated: 15/12/2013 — 16:48

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

BANCO DE PETIÇÕES © 2013 Frontier Theme